26.06.2020 – O que poderá funcionar em Belo Horizonte? Veja o que a prefeitura considera ‘serviços essenciais’

Prezados clientes e parceiro(a)(s),

 

Com base nas informações divulgadas até o momento pela imprensa, na medida em que ainda não houve publicação do decreto anunciado nesta tarde pelo Prefeito Alexandre Kalil, a Pontello Advocacia traz as novidades anunciadas sobre o retrocesso na reabertura do comércio. Assim: O que poderá funcionar em Belo Horizonte? Veja o que a prefeitura considera ‘serviços essenciais’.

 

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) anunciou, no início da tarde desta sexta-feira (26), que apenas os serviços essenciais vão poder funcionar em Belo Horizonte a partir da próxima segunda-feira (29). A medida interrompe um processo de flexibilização que teve início há um mês.

 

“Os dados e todo o protocolo da prefeitura, que estão sendo seguidos rigorosamente, pioraram muito e nós estamos voltando para a fase zero do bloqueio da cidade. A partir de segunda-feira, nós só iremos manter os serviços essenciais, como no início da pandemia”, disse Kalil na entrevista coletiva.

 

No início da pandemia, um decreto publicado no dia 17 de março já interrompeu a atividade dos serviços não essenciais. No dia 8 de abril, outro decreto tornou a restrição mais rígida, mas permitiu sistema de delivery ou retirada de marmita no caso do comércio de venda de alimentos.

 

Desta vez, a lista do que poderá abrir está mais ampla.

 

Veja quais são os serviços considerados essenciais pela prefeitura, e que poderão se manter em funcionamento na próxima segunda:

(Fonte: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2020/06/26/o-que-podera-funcionar-em-belo-horizonte-veja-o-que-a-prefeitura-considera-servicos-essenciais.ghtml)